quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

domingo, 12 de dezembro de 2010

O Príncipe - Nicolau Maquiavel


Meu presente de natal para Sérgio Cabral tomar atitude e vergonha na cara, e se preoucupar menos com o q o arcebispo vai pensar,e o que o Malafaia vai dizer. Enquanto S.Cabral se preocupa c/ o apoio religioso ao PMDB, as favelas avançam enriquecendo muitos analfabetos cabeçudos e racistas, que se aproveitam de um um governo frouxo para construir prédios irregulares e viver confortavelmente na Barra c/ a renda dos aluguéis. Cumpra-se o art. 155 do CP. com os cachaceiros ladrões de energia elétrica

Didi não merece.

Antagonismos da Rede Globo: no EE uma Linda homenagem do Roupa Nova ao Flu e ao programa, logo em seguida, a turma do didi com depoimentos de artistas homenagiando o didi, o pior ser humano que já pisou no planeta. Discorda? Então chame ele de didi qdo. ele for ao teu trabalho pra ver o q acontece.

De que adianta o papa ser tricolor?

O papa é tricolor, mas a natureza é rubro-negra. No dia do título tricolor, cai uma chuva paulistana, marcam a comemoração para o sábado seguinte, e falta Luz na cidade inteira, faltou até trem e metrô. Hahahaha! A benção, João morreu...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Moreira Franco e Dlma Rouseff


Um dos governadores mais corruptos da história do estado do Rio de Janeiro no primeiro escalão do governo Dilma, tem tudo para este governo dar errado. A cada nova nomeação um frio corre na espinha de quem acompanha a política nacional: só corruptos, será que não há no PT e no PMDB alguém honesto e influente? Ou será que nestes partidos só se consegue ser uma cousa ou outra?

Outro fato que deve ser alteado, é a falta de conhecimento técnico dos donos das novas pastas, aí se expressa com maior força a incoerência administrativa, já que até para dirigir uma escola você precisa ter diploma superior e em muitos casos, títulos. Para ser ministro no Brasil não é necessário nem saber ler, basta ser amigo do presidente ou influente dentro de algum partido da coligação que elegeu o mandatário.
E eu besta, aqui torcendo para ser chamado nos concursos que fiz e passei. Em vez de puxar saco do Domingos Brazão pra conseguir um dos mais de duzentos empregos "de cabide" que ele arruma pra quem lhe serve de alguma coisa quando quer se reeleger.
Bobinho eu, né?

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Crescimento das favelas do RJ


O crescimento das favelas está diretamente ligado ao descumprimento de alguns princípios que norteiam a administração pública.
A administração quando não impede o crescimento das favelas, está negligenciando os seguintes princípios:
Princípio da indisponibilidade: pois o administrador não pode escolher se age ou não, ele é obrigado a intervir quando recebe denúncias de construções irregulares.
Principio da auto-executoriedade: quando envia um projeto de lei à casa legislativa para a aprovação de medida que autoriza a construção de muros nas encostas de mata atlântica, pois a administração não necessita de aquiescência de nenhum outro poder para tal medida, que pode ser adotada via decreto autônomo.
Princípio da supremacia do interesse público: quando deixa o interesse dos especuladores imobiliários se sobrepor o interesse público. Dados do último senso demonstraram que 70% dos moradores de favelas moram de aluguel, logo, sustentam uma minoria que vive da exploração do espaço urbano, construindo desordenadamente, sem freios e sem a coação do poder de polícia administrativa.
Princípio da Razoabilidade: não é razoável que alguém pague uma fortuna de IPTU para morar num bairro médio, enquanto outro mora num bairro de elite, com vista permanente para o mar, sem nada pagar à Fazenda municipal. Também não é razoável instalar postes de luz nas favelas e permitir que a concessionária divida seu prejuízo com o restante da população. Não é razoável faltar reiteradamente, água e luz em bairros médios, planos e coletor de seus impostos, e levar estes serviços às novas favelas, sabendo que isto é fator sine qua non para o seu crescimento, pois, sem luz e água, ninguém constrói barraco.
Estes são os princípios mais atingidos pela omissão dos administradores municipal e estadual. A causa aparente é a compaixão humana, pois fazem a população acreditar em que nada pode ser feito que não prejudique duramente aquelas pobres pessoas. As desculpas são sempre as mesmas, sempre relacionadas ao trabalho: moram ali porque é perto de onde estão as ofertas de emprego; porque falta transporte público na zona oeste, por isso moram na zona sul, etc. Mas verdade é bem outra, está intrínseca no ser humano e é regra entre os habitantes destas comunidades: o comodismo.
Foi-se o tempo em que era exclusivamente o pobre o morador da favela, hoje temos uma classe média emergente vultosa dentro destas comunidades, basta ver seus eletrodomésticos de última geração, seus Honda New Civic e suas picapes Hilux. Pra quem nunca entrou numa destas comunidades é até difícil de imaginar esta discrepância social. Muitos continuam a viver ali, mesmo tendo condições de morar em outro lugar. Mas por que não o fazem? Comodismo. Ali não pagam impostos para serviços essenciais, tampouco para os supérfluos como o famoso GatoNet. Faço altear que na minha opinião o fator intelectual e espiritual também são decisivos, pois mudar para outro bairro e conviver com pessoas de nível cultural diferente, seria muito intimidador para quem “subiu na vida” alugando kitinetes, vendendo irregularmente gás, dirigindo um comércio invisível para a Fazenda Pública, ou pior, porém corriqueiro, lavando dinheiro do parente miliciano. Quanto ao fator espiritual, o nível vibratório dos que podem, mas não querem sair destas comunidades, revela um espírito juvenil, cru, que vê tudo ali com brilho nos olhos, pois está tudo ali à mão: álcool, drogas, corrupção de menores, prostituição, pedofilia, adultério, e outros vícios que comprazem espíritos que precisarão de muitas outras existências para se indignar com tudo aquilo.
Mas tem os que deixam as favelas e vão morar na Barra da Tijuca e Recreio. Muitos morando em imóveis que limpam o dinheiro do tráfico e da milícia. Tentaram morar na zona sul, mas os moradores de lá são mais seletivos. Na Barra se fala alto no bar, pode-se andar com uma prostituta ou uma adolescente a tira-colo, ninguém se importa.
O que fazer para sustar o crescimento das favelas?
Penso que o controle de natalidade é o marco inicial, mas sei que se trata de uma utopia num país em que os políticos imploram pelos votos dos líderes cristãos. Muro nas encostas; controle de imigrantes como fazem os estados do sul do país, onde quem chega e não arruma emprego em até 3 meses, ganha passagem da prefeitura pra voltar para sua terra natal; a derrubada diária de construções irregulares, isto intimidaria os especuladores, prisões por furto de energia, pagamento de passagem para os desempregados voltarem para suas famílias, etc..
Muito pode ser feito, mas é preciso agir sem se preocupar em reeleição. Infelizmente o voto de um morador de comunidade que não faz o menor esforço para diminuir sua cegueira política, vale o mesmo de quem se interessa em estudar seus candidatos e votam com responsabilidade. Com o crescimento das favelas, crescem também os currais eleitorais de políticos inescrupulosos que se mantém no poder pra manter o status quo.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Virtude cristã: isto existe?

"Fator preponderante para que o indivíduo seja virtuoso é a razão" Aristóteles.

Esta frase define não só a virtude em si, como também nos permite compreender o porquê do cristão não ser virtuoso. O cristianismo se baseia em histórias fabulosas contadas por pessoas sem qualquer conhecimento técnico sobre aquilo que afirmavam ser verdadeiro ou falso. Em igual situação estavam os que escreviam estas histórias a fim de preservar aqueles factóides à prosperidade.
Como Aristóteles afirmou, não havia como pessoas sem senso de razão serem virtuosas. Como resultado, corrupção, selvageria, lascívia e auto-tutela de seus direitos era o que regia aquele povo judeu. Os 10 mandamentos foram a primeira atitude racional tomada pelos líderes tribais de então, eles foram uma solução que eclodiu da necessidade de se positivar a lei que até então era oral. Mas de que adiantam as leis se o indivíduo é irracional? Por mais que a lei diga o que pode e o que não pode, ela só pode agir externamente ao indivíduo, ou seja, só poderá punir, não transformar. Esta transformação intrínseca só acontece quando o indivíduo se racionaliza.
Segundo Immanuel Kant, "razão é a capacidade de bem julgar e distinguir o verdadeiro do falso, que é em outras palavras, a personificação do bom senso". E o que vem a ser o bom senso? É a capacidade de o homem agir racionalmente,colocando-se no lugar do outro e agindo como espera que este outro aja comsigo mesmo. Isto é o bom senso, isto é ética, isto é o que o cristão não consegue fazer, pois foi doutrinado para acreditar numa punição ou premiação somente após sua morte, logo o presente não é o momento de preocupações já que ele tem uma vida inteira pra se arrepender. O cristão não crê mais no sacrifício da cruz, tampouco nos galardões por bom comportamento, a doutrina da libertação foi abandonada e preterida pela teologia da prosperidade, que ensina que você nasceu pra ser rico, pois seu Pai é o dono da prata e do ouro, então você deve ser rico custe o que custar. Viver de forma egoísta e agir sem se preocupar com as conseqüências ao próximo, gera um fardo muito pesado para a sociedade.
O cristianismo admitiu que perseguiu homens racionais durante eras, mas será que hoje ele não faz pior? Doutrinam as pessoas para serem homofóbicas, fechadas à novas realidades e inférteis a novas idéias. As discursões sobre a união civil homoafetiva e o aborto de anencéfalos não chega às igrejas, lá não há dialética, há somente certezas. Chego a conclusão de que o cristianismo falhou na sua principal missão: espalhar o consenso do amor ao próximo. Hoje são o egoísmo, o sectarismo, o preconceito e o proselitismo que mantém a esmagadora maoria de nossa nação com suas mentens estéries. Há solução? Enquanto votarmos em mandatários que imploram pela benção (e votos) dos líderes religiosos,não haverá.
Reflita.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Bastidores da Igreja Universal



Imunidade Tributária pra templos de qualquer culto funciona assim:

a carga tributária fecha as portas de quem gerava emprego e reinvestia o capital na empresa, em lazer, educação e bens de consumo no país. No lugar, abre uma igreja que não paga impostos, nem gera emprego. Esta igreja, retém 20, 30, e em alguns casos, 100% do capital de algumas famílias. Este dinheiro vai para paraísos fiscais, logo, não são reinvestidos aqui, enfraquecendo a economia e gerando inflação e desemprego. Parte deste dinheiro volta para construir mais igrejas e também para financiar campanhas políticas. Pra terminar o ciclo, eles manobram seus fiés a votarem nos políticos que manterão as coisas como estão.
Precisa comentar alguma coisa?

Será que só quem não é da igreja, percebe que todos eles imitam a voz e gestos do Edir Macedo? Padronização empresarial explícita.
Nem MC Donalds é tão padronizado.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Tirica é aprovado


A história se repete e mais um cearense paga propina pra se dar bem. Não adianta se revoltar com o juiz, tem de queimar a casa do safado pra ver se ele aprende a ser honesto.
Aqui no Rio de Janeiro os cearenses moram nos condomínios caros da Barra da Tijuca, e pagam propina para manterem-se com seus crimes típicos: milícia, tráfico de drogas, venda de gás, gatoNet, comércio irregular, e a especulação imobiliária em área de proteção ambiental, transformando a mata atlântica em favelas, com seus prédios mal feitos, mas que lhes rendem suntuosas cifras de aluguel.
A cada dia surge mais uma favela no Rio. Se não controlar-mos a migração, nossa cidade estará condenada pela favelização. Sem falar nos efeitos colaterais: violência, tráfico, milícia, roubos, estelionatos, perda do emprego pra alguém que se não tem metade da cultura e competência do carioca, mas se sujeita a receber metade pelo mesmo trabalho, sem ligar pra excesso de horas, afinal, eles só trabalham, bebem na Passarela da Barra, em frente ao Barra Shopping, ou onde tiver um vendedor de cerveja conterrâneo, além disso, fumam e vão pros bailes funk e forró. Não estudam. Pra que mais tempo?

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Hanseniase (2): pensão para ex-internos.

3092 pensões de R$750,00 para os que ficaram internados nas colônias. Desde 2007 a
Secretaria Especial dos Direitos Humanos determinou o pagamento de pensão vitalícia a quem ficou recluso nos campos de concentração mais conhecidos pela nomenclatura "colônia". Esta secretaria hoje é o órgão mais bombardeado pelas instituições cristãs católicas e protestantes, por conta do rompimento desta secretaria com os preconceitos e dogmas, e suas medidas progressistas em prol de minorias que não são bem aceitas pelas igrejas. Mais informações em http://blog.planalto.gov.br/hanseniase-com-pensao-e-sem-preconceito/trackback/

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Hanseniase: o Brasil é o segundo do ranking mundial

A doença também conhecida como lepra ou morféia, colocou o Brasil no segundo lugar no mundo. Com mais de 20 casos por 10 mil habitantes, só ficamos atrás da Índia. O nordeste tem os maiores focos da doença, e do preconceito também. A causa da doença é o bacilo de Hansen, já a causa do preconceito são o persistente semi-analfabetismo, a falta de informação e a anacrônica fé cristã.
Vergonhosa a postura de nossos compatriotas cristãos, que mantém a tradição de exclusão total dos direitos basilares dos afetados pela doença. Ate a década de 50, os doentes eram laçados com forcas idênticas as usadas para laçar cães. Eram retirados a força do seu convívio social, e internados (presos) compulsoriamente por tempo indeterminado nos campos de concentração disfarçados de clínicas, conhecidos como "colônias", onde eram misturados a doentes mentais e psicopatas cumprindo pena. Estava sendo executada, abertamente, a prisão perpetua. Os pais doentes tinham seus filhos internados em instituições onde eram mantidos até os 18 anos, após este período eram deixados a própria sorte na rua. Sem profissão, sem emprego. A mesma sorte dos negros recém libertos 62 anos antes.
Os doentes que não eram capturados pela policia, por falta de espaço nas colônias, viviam pelas ruas, já que eram expulsos de casa pelos próprios familiares, que iam a missa todo domingo como se nada tivessem feito de horrendo. O preconceito era tão forte, que os doentes tinham de andar com sinos nos pescoços, como gados, para avisar aos transeuntes de sua chegada. Após sua passagem, tudo que os doentes tocaram e as calcadas onde pisaram eram lavados com crioulina. No final da década de 50 cientistas dos EUA descobriram a cura, a Sulfona chegou ao Brasil na década seguinte e
a partir
de 63 diminuíram os confinamentos, e os doentes passaram a serem tratados em clínicas regulares, junto com outros cristãos, não sem muito protesto. São Paulo resistiu a lei federal, persistindo com os campos de concentração até o final de 1987. A imigração para a cidade de centenas de nazistas fugitivos da Alemanha derrotada, talvez explique esta resistência.
Sociólogos brasileiros convergem no preceito de que o preconceito tão voraz era motivado pela crença cristã, visto que era uma doença bíblica e o povo ouvia dos sacerdotes que se tratava de um castigo divino, logo, toda má sorte a que os doentes eram expostos, era a vontade de deus.
Hoje, 50 anos depois da cura, o preconceito não cedeu, e sabe por que? Porque o crescimento do cristianismo também não cedeu. Enquanto o cristianismo continuar forte, os preconceitos dos séculos anteriores também serão. Acorda Brasil.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Padre pego no flagra coma empregada

você percebe que o mundo está acabando quando...


Consequências do humilhante flagrante:
- A mulher foi demitida sem receber qualquer indenização por seus anos de serviços.
- A mulher alega que o filho que ela espera é do padre.
- O padre ficou impune e cotinua a dar suas missas normalmente,como se nada tivesse ocorrido.
- O povo apóia o padre e se depender deles, leva a infiel para a fogueira.
300 anos após o fim da idade média,nada mudou no modus operandi da santa igreja.Vergonha.

Laudo Pericial

Taí uma profunda demonstração de conhecimento do ofício ...

Certa vez, em Penedo-AL, um delegado que atendia e registrava a queixa de uma moça que se dizia deflorada pelo namorado, na ausência de médico na cidade pediu um laudo por escrito a uma parteira afamada na região, para anexar ao processo.

Eis o que se deu:

"Eu , Maria Francisca da Conceição, parteira mor da cidade de Penedo, estado de Alagoas, declaro para o bem do meu ofício que, examinando os baixos fuditórios de Maria das Mercedes, constatei manchas rôxas na altura da críca, que pra mim ou foi supapo de pêia ou cabeçada de pica."

O delegado finalizou o inquérito, mas o promotor não ofereceu a denúncia, por motivos óbivios de carência de provas.

Fonte: Revista dos Tribunais, nº447

Coisas que só acontecem na terra dos sem pescoços.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

PARCELAMENTO, EDIFICAÇÃO OU UTILIZAÇÃO COMPULSÓRIOS (ARTS. 5o E 6o)


Artigo elucidativo sobre a matéria dada hoje pela profª Ângela Barral.
Espero que ajude.


SIGNIFICADO E FINALIDADE

Parcelamento ou Edificação Compulsórios são instrumentos urbanísticos a serem utilizados pelo Poder Público municipal, como forma de obrigar os proprietários de imóveis urbanos a utilizar socialmente esses imóveis, de acordo com o disciplinado no Plano Diretor do Município. Esta obrigação pode ser: o parcelamento de uma área urbana subutilizada ou não utilizada, com a qual o proprietário está se beneficiando do processo de especulação imobiliária; ou a edificação de uma área urbana não edificada, visando ao uso máximo do potencial de uso e construtivo da propriedade, provocando uma destinação social que beneficie a coletividade.

O Estatuto da Cidade, por meio dos artigos 5° e 6°, disciplina os instrumentos do parcelamento ou edificação compulsórios, introduzindo o instrumento da utilização compulsória, que poderão ser aplicados nas propriedades urbanas situadas nas áreas urbanas delimitadas no Plano Diretor como áreas que não estão atendendo a sua função social.

De acordo com o artigo 42 do Estatuto da Cidade, é conteúdo obrigatório do Plano Diretor a delimitação das áreas urbanas para a aplicação do parcelamento, edificação ou utilização compulsória. Nos termos do inciso I deste artigo, o Plano Diretor deverá conter, no mínimo, a delimitação das áreas urbanas onde poderá ser aplicado o parcelamento, edificação ou utilização compulsórios, considerando a existência de infra-estrutura e de demanda para utilização na forma do art. 5°.

O Plano Diretor tem a tarefa de delimitar as áreas urbanas onde será necessária uma ação coercitiva do Poder Público para as propriedades urbanas situadas nestas áreas terem uma real função social.

Em razão da exigência constitucional da necessidade de uma lei municipal específica para a aplicação destes instrumentos nos termos do parágrafo 4º do artigo 182, o Estatuto da Cidade, por meio do caput do artigo 5º, atribui à lei municipal a competência para definir as condições e os prazos para o cumprimento desta exigência nos seguintes termos:

Art. 5° – Lei municipal específica para área incluída no Plano Diretor poderá determinar o parcelamento, a edificação ou a utilização compulsórios do solo urbano não edificado ou não utilizado, devendo fixar as condições e os prazos para implementação da referida obrigação.

Cabe à lei municipal específica conter de forma detalhada os critérios específicos de uso e ocupação do solo para a área urbana incluída no Plano Diretor. A lei municipal específica deve dispor sobre o detalhamento das exigências concretas para a propriedade urbana atender à sua função social, bem como sobre o procedimento e o prazo para o cumprimento da obrigação de parcelar ou edificar, ou de utilizar pelo proprietário de imóvel urbano considerado não edificado, subutilizado ou não utilizado como base nos exigências fundamentais de ordenação da cidade definidos no Plano Diretor.

Subutilização e Utilização Compulsória Por meio do parcelamento ou edificação compulsória o Poder Público municipal condiciona o proprietário para assegurar o uso social da propriedade a um comportamento positivo, de utilizar, de construir, de parcelar, de eliminar a subutilização.

O Estatuto da Cidade estabelece um critério geral para identificar se uma propriedade urbana se enquadra na categoria de propriedade subutilizada. De acordo com o § 1° do artigo 5°, o imóvel é considerado subutilizado no caso do aproveitamento ser inferior ao mínimo definido no Plano Diretor.

No Estatuto da Cidade aprovado no Congresso Nacional, havia sido previsto que a propriedade urbana poderia ser considerada subutilizada quando fosse utilizada em desacordo com a legislação urbanística ou ambiental. Esta norma foi vetada pela Presidência da República.

Como forma de modificar a condição de uma propriedade urbana subutilizada para a condição de utilizada em consonância com a sua função social, o Estatuto instituiu o instrumento da utilização compulsória nos termos do caput do artigo 5°.

O Estatuto da Cidade é a lei federal que tem respaldo constitucional para estabelecer as normas gerais de direito urbanístico e constituir as normas que possibilitem o grau máximo de eficácia às normas constitucionais da política urbana. O instrumento da utilização compulsória busca justamente conferir maior eficácia para estas normas constitucionais.

Visa a conferir ao Município efetiva condição de exigir e obrigar que a propriedade urbana tenha a sua função social cumprida e respeitada.

Este objetivo de conferir o maior grau de eficácia as normas constitucionais da política urbana fundamenta a instituição da compulsoriedade para fins de parcelamento ou edificação, como também para fins da utilização da propriedade urbana.

O Poder Público municipal poderá, nos casos em que a propriedade urbana for considerada subutilizada, aplicar a utilização compulsória como forma de garantir uma destinação social para esta propriedade. Este instrumento será aplicado para imóveis edificados que não estão cumprindo uma finalidade social.

Na situação prevista no inciso I do § 1° do artigo 5° do Estatuto – no qual considera-se subutilizado o imóvel cujo aproveitamento seja inferior ao mínimo definido no Plano Diretor para a propriedade urbana atender a sua função social – será suficiente que o Poder Público exija do proprietário a utilização da propriedade no potencial mínimo de uso fixado no plano, sem que haja a necessidade de ser feito algum tipo de parcelamento ou edificação.

Vamos supor a existência, na área urbana prevista no Plano Diretor e na lei municipal específica, de prédios, armazéns, galpões fechados e abandonados. Neste caso seria suficiente o Plano estabelecer os usos de interesse urbanístico admitidos para esses imóveis – como, por exemplo, habitação social, centros culturais, centros comunitários, atividades econômicas promovidas por organizações e cooperativas populares – de modo a exigir de seus proprietários a utilização prevista.

Postado por MILTON CANDOIA DE ARAUJO no blog Legislação do Plano Diretor.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Tommy Hilfinger racista?

Estão espalhando uma nova onda de ataque contra este empresário. As velhas acusações de racismo voltaram a ser espalhadas por pessoas que só nasceram porque o Supremo Tribunal Federal ainda nao autorizou o aborto de fetos anencéfalos.

Abaixo a mensagem que enviei em resposta ao absurdo email.

De^ o direito de resposta antes de julgar. Estes emails são absurdos demais para alguém que nao mora no Rio das Pedras ou na Rocinha, acreditar. Mas há mentiras sutis circulando na grande rede. O caso da filha de José Serra nos mostrou mais uma vez que todos os casos merecem investigação e julgamento justo, e que nao devemos acreditar em tudo que vemos na TV. A mídia investiga e mostra tudo nos jornais sem a responsabilidade e censura devida, nós então julgamos e condenamos sem o devido conhecimento dos fatos. 500 anos depois ainda sentimos prazer em ver pessoas sendo empaladas nas estacas da falsa moral e incineradas nas fogueiras da irresponsabilidade. Deixemos logo quanto possível de agir como agiamos na idade media, Kant, Marx, Cont, Durkhein, e Nietzsche viveram em vão?

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Beleza em primeiro lugar.

Pois é, né?


Garanto que todos votaram na Dilma: os Plubicitários e as "lindas modelos".

Schunemann.

"Cinto de segurança é pra época das carroças"




Agora a hilariante montagem.

Banda Restart



Versão angolana.

Estupro em Lincoln Park


E agora a montagem que fizeram com a notícia (completa, pois a a do vídeo acima foi resumida em sua edição) :


Que carinha esquisito este irmão da vítima. Acho que se ele estivesse na hora, pediria pro seqüestrador deixar a irmã pra ficar no lugar dela.

Isso é que é uma montagem bem feita.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Brasil volta a ter seis vagas na Libertadores 2011

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) recuperou nesta segunda-feira em reunião na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) uma vaga brasileira na Copa Libertadores. Com isso, o Brasil terá seis representantes na próxima edição do torneio.
Em comunicado divulgado há cerca de um mês, a Conmebol afirmava que o Brasil teria direito apenas a cinco vagas na Libertadores. Como o Internacional é o atual campeão e tem lugar garantido na próxima edição do torneio, a organização tirava o direito de o quarto colocado do Campeonato Brasileiro se classificar para a competição continental.
Mas ainda não é possível dizer que o G-4 do Brasileirão está de volta, porque se um time brasileiro vencer a Copa Sul-Americana, 'rouba' uma vaga do Brasileirão, o que faria novamente com que apenas as três equipes mais bem colocados do Campeonato se classificassem para a Libertadores 2011. 
Fonte: aplicativo da Revista Veja para iPhone
(Com Agência Estado)

domingo, 17 de outubro de 2010

Nazareth - Love Hurts (letra e tradução)




Obs: acordei neste domingo com esta musica na cabeça. Levantei, coloquei o CD do Nazareth pra tocar e resolvi traduzi-la pra exercitar o vocabulário.
Erros e sugestões, deixe-os na caixa de comentários.
Arnold


love hurts, love scars,
(Amor dolorido, amor que deixou cicatrizes)

love wounds, and marks,
(amor ferido, e marcas)

any heart, not tough,
or strong, enough
( Nenhum coracao é frágil ou forte o bastante)

to take a lot of pain,
(Para Aceitar tanta dor)

take a lot of pain
(Aceitar tanta dor)

love is like a cloud
(O amor é como uma nuvem)

Holds a lot of rain
(Segurando uma grande chuva)

love hurts, ooh ooh love hurts

I'm young, I know,
but even so
(Eu sou jovem, eu sei, mas surpreendentemente)

I know a thing, or two
I learned, from you
(Eu conheci uma indiferença ou duas. Eu aprendi com sua indiferença)

I really learned a lot,
really learned a lot
(Eu realmente aprendi muito)

love is like a flame
it burns you when it's hot
( O amor é como uma chama. Ele queima você enquanto esta inflamado)

Love hurts, ooh ooh love hurts
(Amor dolorido)

some fools think of happiness
blissfulness, togetherness
some fools fool themselves I guess
they're not foolin' me
(Alguns tolos lembram da felicidade, cheios de alegria, juntos alguns tolos, provavelmente eu acho. Mas eles nao me enganam)

I know it isn't true,
I know it isn't true
love is just a lie,
made to make YOU blue
(Eu sei que isso nao é verdade, o amor é apenas uma mentira, feita pra te surpreender)

love hurts, ooh,ooh love hurts
ooh,ooh love hurts
(Dolorido amor)

[Guitar solo]

I know it isn't true,
I know it isn't true
love is just a lie,
made to make YOU blue
(Eu sei que isso nao é verdade, o amor é apenas uma mentira feita pra te surpreender)

love hurts, ooh ooh love hurts
ooh ooh love hurts
ooh ooh...

sábado, 16 de outubro de 2010

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Visual Service não deposita FGTS



Ela tem contrato com a Polícia Federal também. Ainda bem que eu saí de lá.
A Brasília Soluções Inteligentes e a Integra, prestaram serviço para a PF antes da Visual Service, e também estão dando dor de cabeça aos seus ex-funcionários que tiveram de recorrer a justiça para receber seus direitos trabalhistas.
Eu fiz mais, fiz uma denúncia formal ao Ministério Público do Trabalho, que já impôs pena pecuniária à Integra. O parecer da procuradora vai ser dia 11/11/2010, "a porca vai torcer o rabo". Se olhar de cara feia eu vou sair dando porrada na cara daquele gordo broxa, o Roberto. No processo trabalhista do TRT, eu incluí a Polícia Federal também, que, como tomadora do serviço deveria obedecer a lei licitatória, exigindo lastro financeiro e idoneidade comprovada com certidões.
Este é o governo Lula que o povão não conhece. Contrata empresa em carater permanente, desobedecendo a Constituição que é bem clara quando diz que este tipo de contratação é para casos de "necessidade temporária de excepcional interesse público", artigo 37, inciso IX.

O que acontece é que estas empresas são de amigos e parentes dos porcos do PT, muitos trabalharam nas campanhas políticas, empresas de fundo de quintal que conseguem contratos milionários com órgãos dos vários escalões.
Aqui no Rio de Janeiro, Sérgio Cabral e Eduardo Paes fazem a mesmíssima coisa: ao invés de fazerem concursos públicos, contratam empresas inescrupulosas em troca de financiamento de campanha política (de onde você acha que "brotou" os 44 milhões de reais da campanha de Sérgio Cabral?). Estas empresas fazem o que bem entendem pois já entram com "as costas esquentadas" pelo chefe do executivo. Elas pagam quando bem entendem, a mixaria para seus funcionários. A Visual Service venceu uma licitação para o aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, em que no edital licitatório o salário a ser pago aos funcionários era de R$ 1.500,49, sabe quanto ela paga aos funcionários? R$ 823,00, com atrasos de até 3 meses. Esse absurdo é feito nas barbas da Polícia Federal que se omite vexatóriamente.

Está muito claro pra mim quem é que ganha com esta onda imoral de terceirizações: os donos das empresas, que entram pobres e 2 meses depois estão ricos, e os chefes do executivo. PT e PMDB. Você votou neles? Então não reclame da má vontade do médico, do enfermeiro, da atendente da delegacia, etc. Quando você estiver bem puto com a demora do atendimento na Polícia Federal, lembre que são os funcionários terceirizados quem faz o departamento funcionar, e que eles faltam em massa ao serviço não é por motim ou sabotagem, é por que eles não receberam seus vales transportes, seus tíckets-refeição e preincipalmente seus salários.

Pra mim basta de PT e PMDB. O pior é que muita gente que está passando perrengue como contratado, votou na Dilma e no Sérgio Cabral. Gente burra tem de sofrer mesmo.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Cachacha: mais uma negra criação

Não basta somente beber, tem que conhecer”Antigamente, no Brasil, para se ter melado, os escravos colocavam o caldo da
cana-de-açúcar em um tacho e levavam ao fogo.
Não podiam parar de mexer até que uma consistência cremosa surgisse.
Porém um dia, cansados de tanto mexer e com serviços ainda por terminar, os
escravos simplesmente pararam e o melado desandou.
O que fazer agora?
A saída que encontraram foi guardar o melado longe das vistas do feitor.
No dia seguinte, encontraram o melado azedo fermentado.
Não pensaram duas vezes e misturaram o tal melado azedo com o novo e levaram
os dois ao fogo.
Resultado: o 'azedo' do melado antigo era álcool que aos poucos foi
evaporando e formou no teto do engenho umas goteiras que pingavam
constantemente.
Era a cachaça já formada que pingava. Daí o nome 'PINGA'.
Quando a pinga batia nas suas costas marcadas com as chibatadas dos feitores
ardia muito, por isso deram o nome de 'ÁGUA-ARDENTE'.
Caindo em seus rostos escorrendo até a boca, os escravos perceberam que, com
a tal goteira, ficavam alegres e com vontade de dançar.
E sempre que queriam ficar alegres repetiam o processo.”
(História contada no Museu do Homem do Nordeste)

Vote Dilma, ou leia isso e nao vote Dilma

Uma mãe mandou para a filha um e-mail sobre o passado negro da Dilma.A filha repassou o email para seus amigos, que por sua vez o repassaram para amigos.Aí, uma petista chamada Ligia, se achou nodireito de dar uma lição de moral na mãe.Vejam, o que se segue...Da Lígia Petista  para a mãe:"Mamãe que feio!!!!... ensinando a sua filhinha a acreditar nos absurdos queescrevem na internet?Acho melhor incentivá-la a estudar a história do Brasil e deixar que ela mesma tire as suas próprias conclusões,afinal quem estudar a história do Brasil, entenderá que nunca o nosso país esteve tão bem como hoje, tão forte na economia mundial, tão evidente, tão em crescimento e desenvolvimento quanto esteve nesses 8 anos de governo Lula!!!! E agora o que acontece? Acontece que a oposição está desesperada, porque está vendo o quanto o POVO está satisfeito ( governo Lula tem 88% de aprovação da população, aprovação que nenhum governo nunca tinha tido antesna história e aí vem me dizer que é porque o povo é ignorante? )Não não meus queridos, o povo está satisfeito porque nunca teve tanta oportunidade, nunca teve tanta comida na mesa , nunca teve tanto emprego, isso sim o quanto o Brasil cresceu e aí a única alternativa que resta é APELAR…. Apelar para a ignorância, para a mentira e para a ingenuidade de pessoas inocentes e que acreditam em todos os absurdos que circulam por aí…….então fica a minha dica: pesquisem!!!! Vejam o que realmente é verdade!!!Ligia Rodrigues"

Ao que a mãe respondeu:

"Cara Ligia:Da educação da minha filha cuido eu e decididamente não preciso da sua ajuda, embora agradeça seu interesse.Se você imagina que eu seja alguma semi-alfabetizada, desconhecedora da história e que me socorra apenas da Internet, para compor a minha (in) formação, como lamentável e invariavelmente procede a maciça maioria dos jovens da sua geração, saiba que sou do tempo em que se liam livros e se redigia em bom português. Tenho 58 anos, sou mestre e doutora em Direito Ambiental pela PUC –São Paulo, professora universitária e brasileira que lê. Porque leio, tenho a nítida compreensão do embuste que representam os tais 80% de popularidade disto que você chama de presidente e que eu prefiro chamar de populista barato, parte de uma corja que tomou de assalto este país, no maior estelionato eleitoral já visto na história brasileira.   Estelionato, porque esta malta petista se elegeu sob as vestes imaculadas da correção, da ética e da transparência napolítica. Vendeu produto podre, cara Lígia.  E você, consumidora desavisada, está comprando. Todos que fomos formados na hostes da esquerda brasileira, da década de 60 e 70, os que lutaram contra a ditadura (você seguramente não viveu o período sinistro da ditadura), dando a cara para a polícia militar bater, não raro comprometendo vidas profissionais em razão
de envolvimentos políticos, em nome da restauração da democracia nestepaís, sentem-se ludibriados, enganados e feitos de palhaços pelo PT de hoje. Eu, que já fui eleitora de José Dirceu, sou obrigada a assistir cenas explícitas de sua “competente” coordenação na montagem do mensalão, um deslavado programa de compra de apoio de parlamentares, cuja tarefa, em contrapartida ao dinheiro (seu e meu) que receberam mensalmente do PT, era invariavelmente votar a favor DE TUDO que se lhes fosse requisitado. Saiba que aí começam os 80% da “popularidade” do seu presidente. E Lula, que sempre dormiu dentro do pijama de José Dirceu, nunca soube de nada...Eleitora de José Genoíno que também já fui, igualmente, sou também obrigada a assistir cenas explícitas de suas atividades como gerente do mensalão, como chefe dessa organização criminosa que se instalou no poder, sob a batuta beneplácito e complacência de Lula, PARA QUEM TUDO SE PASSA, COMO SE NADA SE PASSASSE(até porque LULA  já resolveu a situação econômica até da quinta geração de seus descendentes, através da fortuna amealhada por seu filho, um ex- vigia de um zoológico no interior São Paulo e hoje trilhardário,- dificilmente em razão de seu trabalho e sua competência....). Dólares na cueca , Waldomiros... a lista é infindável. Mas, o mais monumental e ousado estelionato perpetrado contra a população deste país pela malta petista, está no “golpe de mestre” engendrado para viabilizar a reeleição de Lula: tomar dinheiro público, do erário, portanto, seu e meu, e distribuí-lo aos borbotões para a sofrida população carente do norte e nordeste, literalmente comprando o voto desses coitados (cada bolsa-alguma-coisa rende, por baixo, 6 votos, que é o tamanho de uma família média do norte e nordeste).   Então, faça as contas e veja de onde vem a popularidade de seu presidente: maciçamente oriunda da adesão incondicional desses coitados, que não têm a menor idéia e nem sabem do que há embutido no dinheiro que recebem. Se eu fosse eles, tampouco quereria saber.  Como não sou, sei: o PT copiou o projeto original de redistribuição de renda, concebido e operacionalizado inicialmente em Brasília, mudou o nome do programa como se cria sua fosse e, em mais um de seus estelionatos, assumiu a paternidade do programa, sem nunca ter tido a decência de dar CRÉDITO AO GOVERNO ANTERIOR - FHC e Dona Ruth Cardoso (primeira DAMA de verdade ! ) QUE O CONCEBEU E IMPLANTOU.Com a abissal diferença, porém.  O projeto original era vinculado a contrapartidas, como pré-requisito para a concessão da bolsa.  Isto se chama investimento público e não aleluia com dinheiro público, distribuído obedecendo ao único e exclusivo critério de que cada bolsa-alguma-coisa, rende, como rendeu na reeleição de Lula, no mínimo, 6 votos. Então, Lígia, saiba que a popularidade desse presidente que lhe representa (a você, porque a mim não representa) tem o MESMÍSSIMO LASTRO, ORIGEM , NATUREZA, PERFIL E FORMATAÇÃO DO APOIO INCONDICIONALque Lula recebeu dos parlamentares da Câmara Federal, durante o mensalão.  E o dinheiro usado nessa mera transação comercial, aferível através de matemática simples, é seu, viu?  Lula passou sua vida fazendo bravatas, como ele próprio admitiu. Como parlamentar, teve atuação pífia.  Nunca se ouviu falar de um projeto de lei de sua autoria. Claro, pouco afeito à leitura, como ele próprio afirma, dele não seesperaria nada diferente.  Como presidente, sem a menor afinidade com a rotina e a disciplina inerentes ao expediente, gastou seu tempo - à guisa de entabular “negócios” com outros países- literalmente rodando mundo, fazendo propaganda de si próprio, como o "coitado" (!) que deu duro e venceu.  Saiba que Europeu e americano amam o “exotismo” dos países periféricos (candomblé, mulher pelada no carnaval, favela etc.). Digo isto, porque morei um ano nos E.U. em intercâmbio quando jovem, estudei Direito Internacional Público na Universidade de Edimburgo na Escócia, durante minha época de graduação em Direito e lecionei, por 7 verões consecutivos Direito Ambiental Brasileiro na graduação e no Mestrado da Universidade de Louvain, na Bélgica. Portanto, manjo bem o espírito com que europeus e americanos vêem o Brasil e a figura "exótica" de seu presidente.  Pergunte se eles elegem populistas e políticos que mal sabem ler e escrever... Seu presidente, semi-alfabetizado que é (e isto é uma vergonha sim senhora! , para uma criatura que se dispôs a representar os brasileiros.  Não obstante, ele carrega sua falta de estudo como um troféu). Nós merecíamos, no mínimo, que ele tivesse se dado ao trabalho de dominar as regras básicas da língua portuguesa, porque teve sim chance, teve sim, tempo e teve sim, condições de estudar, se tivesse MENOS PREGUIÇA e aptidão que não tem , para a disciplina inerente a qualquer atividade de aprendizado.  Marina, por exemplo, alfabetizou-se aos 16 anos.  Teve vida incomensuravelmente mais sofrida do que a de Lula e não envergonhou a ninguém como parlamentar e ministra que foi, e jamais vociferou discursos na base do “menas gente” e “entendo de que....” .Palanqueiro, demagogo, populista admirador das pataquadas de Chaves, de Ahmadinejad et caterva, seu presidente semi-alfabetizado confunde “prisioneiro político” com “prisioneiro comum”, como o fez, para a imprensa internacional, no episódio de Cuba (você se lembra, do prisioneiro político cubano que morreu em greve de fome exatamente no dia em que Lula chegou a Cuba, episódio sobre o qual seu presidente, no melhor estilo OdoricoParaguaçu, declarou: “se a moda pega, as cadeias brasileiras ficariam vazias!!!!?).  Sem comentários.   Enquanto o mundo se empenha para banir a ameaça nuclear, seu presidente cruza o planeta com sua troupe , às custas de dinheiro público, para passar a mão na cabeça de um ditador sanguinário (vide dados recentes acerca das eleições e repressão à oposição no Irã) e negociar, sem ter mandato da comunidade internacional para isto, exatamenteno papel de "bobo da corte" (foi assim que a comunidade internacional interpretou sua atuação no episódio) em torno do enriquecimento do urânio no Irã. No dia seguinte ao tal “acordo”, que Lula festejou para a imprensa internacional como um feito monumental, o ditador do Irã confirma para essa mesma imprensa, que “vai continuar enriquecendo urânio sim!!! como se Lula sequer lá tivesse estado. Bem feito!  É isto que acontece quando se tem para conselheiro em política internacional “especialista” do calibre de um Marco Aurélio “top top” Garcia (lembra-se da comemoração furtivamente filmada no interior do Palácio do Planalto, assim que o jornal da Globo noticiou que o acidente da TAM se dera em razão de falha humana e não em razão das condições da pista de Congonhas?).   Melhor teria sido até que as famílias das vítimas não tivessem testemunhado essa cena no Palácio, por parte de um assessor tão próximo do presidente).  Escárnio, em nome de ganho político a qualquer preço.  Esta é a política do PT atual, eleito com as vestais imaculadas da correção e da ética que vendeu e você comprou.Não satisfeito, obtuso por desconhecimento da história, seu presidente se arvora de “vírus da paz”, no conflito do Oriente Médio que é BIBLICO (sabe o que significa isto?).  O mundo e a ONU se empenham HÁ DÉCADAS tentando compor este conflito de interesses que já produziu um número incalculável de mortes. Lula achou que ele era o cara!!  É ter-se em alta conta demais, para quem seguramente sequer se debruçou sobre um manual de história geral do segundo grau. Diz o ditado: dá-se mala para andante, já pensa que é viajante...  Alguém precisa dizer-lhe, “se manca Lula!!! . Seu presidente tem muitas qualidades, Lígia, mas levar a sério a expressão do Obama "that´s the guy" (que, SEM A MENOR DÚVIDA, foi proferida em razão das graças e piadas que são a forma através da qual Lula se afirma, nesses reuniões políticas, nas quais depende inteiramente de alguém para traduzir o que se passa....), é muita pretensão.  Não acho que presidente brasileiro tenha por obrigação falar inglês, não.  Mas, convenhamos, é uma vergonha um sujeito que sempre quiz ser presidente, não ter se dado ao trabalho de estudar uma língua estrangeira, em deferência aos brasileiros, para bem representar seu país. Mas não, dá-lhe pinga, piada e futebol.  É assim a metáfora que faz, de nós brasileiros no exterior.  A mim, me ofende como cidadã e me envergonha como brasileira.  Ah, mas ele é super popular no exterior!  É a admiração de que não precisamos.  Americanos e europeus gostariam , tenha certeza, ainda muito mais, se nosso presidente fosse o Raoni (com todo o respeito e reverência que devemos aos sobreviventes das nossas comunidades indígenas, estes sim, vítimas de uma política indigenista de extermínio perpetrada por nós brancos, ao longo de todos os governos anteriores, inclusive por este, do PT).Eleito pela primeira vez porque significava a mudança e a ética, fez um primeiro mandato durante o qual NÃO TEVE PEITO para implementar nada do que apregoou durante a campanha.  Literalmente DEU CONTINUIDADE  às iniciativas do governo Fernando Henrique , pelando-se de medo da inflação voltar e não ter a envergadura que teve Fernando Henrique , como estadista que foi, de aniquilar uma inflação que já estava no DNA dos brasileiros, de tão endêmica e embutida na psiquê do brasileiro.Descobriu, depois da posse, que os rumos do governo não poderiam nem deveriam ser diferentes daqueles adotados no governo anterior.  Mas achou forma de “faturar” em cima do mérito alheiro.  Até os índices positivos de safras de grãos recordes, obviamente fruto de políticas agrícolas do período anterior, foram colhidos e computados pela máquina publicitária do governo petista como se fossem fruto do governo que mal iniciara....Saiba que o que a máquina de propaganda deste governo apelidou de "herança maldita", foram os acertos dos governos anteriores que caíram no colo de Lula, ou alguém tem a ilusão de que implantação de políticas , deinfra-estrutura etc... rendem respostas no dia seguinte em que são implantadas..  A crise internacional, que se festeja não ter chegado no Brasil, realmente não faz grandes marolas em um país que tem uma monumental parte da sua economia no plano informal, longe dos números oficiais. Este país anda, Lígia, com Lula, sem Lula ou com cover de Lula. Não é ele o artífice de nenhuma proeza política.  É, sim, o artífice de uma monumental máquina de propaganda governamental, isto sim, "sem precedentes na história deste país".  Aliás, nem acredito que o mérito seja dele, porque ele é apenas a marionete à frente da cortina nesse teatro, por ser palanqueiro e empolgar a massa como Goebels fez no Alemanha nazista e menos votados como Jânio Quadros e Collor fizeram no Brasil.Deu no que deu., se você conhece história. Na era da televisão, usando dinheiro público na manutenção do circo, vende o produto Lula deslavadamente na embalagem que quer (vide esse programa virtual, que é mera versão e não fato, chamada PAC) para uma população infelizmente consumidora de novelas na telinha.  A maciça maioria da nossa população não lê jornais.  Ou você acha que é mera coincidência que ele não se elegeu nos estados de sul e sudeste, onde os índices de analfabetismo são muito menos drásticos.  Lula é produto da desinformação e do analfabetismo de um lado e, de outro, do oportunismo de segmentos que viram no governo Lula a chance de se candidatar a uma das tetas dentre as inumeráveis (vide o número de ministérios que criou, para manter com o seu dinheiro) para, na base do clientelismo, perpetuar-se nas benesses do poder e usufruir das mamatas que sobejamente conhecemos.  A próxima mamata para os petistas é a nova estatal criada para cuidar do pré-sal.  Aguarde para ver o número de cabides de emprego para acomodar petistas que serão criados.  Ah, sempre foi assim?  Ah bom, pensei que o PT durante 20 anos pregando o contrário, fosse o partido da ética e de políticos honestos, porque foi isto que venderam a mim e à população brasileira... !!? Era bravata?   Ah bom.  Então tá.Em tempo: assine um jornal.Se há alguém mal informado aqui, talvez não seja exatamente a minha pessoa.Maria Luisa Faro." 

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Tiririca: voto de protesto ou de SABOTAGEM?

tiririca boiola debil mental mais votado analfabetos
Voto de Protesto?
Claro que não. Pra protestar há de se ter ideologia. Quem protesta percebeu que algo dentro do Sistema está lhe prejudicando, mas para perceber que há vícios no funcionamento do Sitema, é preciso antes conhecer o próprio Sistema, para entender como e porque funciona desta maneira. Só depois de formadas estas conclusões é que se pode sugerir a mudança.
O analfabeto não consegue perceber nem o que está escrito à sua frente. Ele acorda porque o Sol o avisa. Ele dorme, porque a noite assim o impõe. Ele é apenas um vivente que deixa a vida o levar. Acredita em pré-determinismo, ou seja, que seu destino já estava escrito, logo, não há nada mais a fazer senão se entregar à fé numa vida melhor no céu após a morte. Mas há também os que acreditam que a vida pode melhorar aqui e agora, são os analfabetos que tiveram as sementes da ambição plantadas em suas almas por uma raça desprezível de seres humanos, a raça dos pastores e padres. Plantada a semente, falta o estrume para germiná-la. A ignorância e a falta de perspectiva de ficar rica de outra forma cumprem esta função.

Mas o que isso tem a ver com a votação do Tiririca?
Estas pessoas também votam. O voto é a arma mais poderosa do povo, logo, se você não daria uma arma na mão de um cego, como admitir que o voto, uma arma que atinge mais de 200 milhões de pessoas possa ser manuseada por um cego que, pior do que aquele que nasceu cego, este escolheu ser cego por seus próprios comodismos e vícios?

Voto censitário é o que nosso país precisa. O voto do analfabeto não pode ser entendido como a tutela de igualdade descrita na nossa Constituição, pois ele está tutelando é a manutenção dos corruptos no poder. A eqüidade precisa ser repensada já, sob pena de vermos a nossa democracia cada dia mais manchada pelos corruptos. Nossos filhos já estão sem esperança no futuro e a igreja está cada vez mais forte. E só há duas formas de mudar a situação degradante de um país: pela revolução, ou pelo voto. Nossa sociedade é egoísta demais para se rebelar, por isso só nos resta o voto, mas este foi entregue nas mãos dos que podem ser manobrados. São sabotadores, traidores da democracia os que votaram no Tiririca. Quanto mais rápido entendermos isso, mais rápido sairemos deste umbral.

domingo, 10 de outubro de 2010

Deu no Fantastico

Tiririca afinal, sabe ler e escrever?
Resposta: pergunte a quem votou nele se eles sabem ler e escrever. Cearense só sabe ler dinheiro.
Enquanto isso...
Orquestra de Heliopolis se apresenta em Bonn, e se surpreende com a hospitalidade alemã.
Comovente ver famílias alemãs hospedando brasileiros brancos, mestiços e negros em suas casas como se fossem seus próprios filhos.
Sempre disse que o povo mais racista do mundo é o brasileiro, e dentre nós, os nordestinos e sulistas são os mais intolerantes.
No caso dos sulistas, quem nao é tapado sabe que eles são os descendentes dos nazistas que desde a década de 30 migraram para o Brasil. Mas os nordestinos merecem destaque, por serem descendentes das quengas (prostitutas) trazidas por Guilherme de Nassau, quando este quis (e conseguiu) "branquear" o Nordeste. Outro motivo, também com vulto histórico, é o anacrônico analfabetismo que aprisiona aquele povo aos grilhões de um catolicismo tão ignorante, que consegue manter viva a devoção a imagens mal feitas de santos de gesso, de irracionais pagamentos de promessas em procissões tomadas de pessoas que nao sabem escrever o próprio nome, e mantém ainda, o desejo sanguinário e vingativo da idade das trevas. Naquela parte do país, desavenças são sanadas com a morte, por isso que 99% dos milicianos e 70% dos traficantes são oriundos daquele pedaço do Brasil que é tão desgraçado, que nem água cai do céu. A imoralidade que tomou o Brasil de norte a sul, se espalhou graças suas migrações para outras regiões. Que outra explicação teria as eleições de Nadinho do Rio das Pedras, Gerominho, Claudinho da Academia (famoso chefe de quadrilha de clonagem de cartões de credito e amigo do chefe do trafico da Rocinha, o Nem). Fora o fato de todos estes políticos citados serem nordestinos, suas votações mostram o quanto seus eleitores são nocivos ao processo eletivo das grandes cidades, que vêem suas florestas e encostas tomadas de assaltos por estes cupins que se reproduzem feito coelhos, afinal, seus pensamentos e se limitam a sexo, álcool, forro e funk.
A verdade tem de sair. Grite: racistas, voltem pra suas calafitas.

sábado, 9 de outubro de 2010

Mais um capitulo de: Silas Malafaia - Minha Luta.

Depois de demonizar Marina Silva no primeiro turno, Silas Malafaia agora direciona sua "metralhadora giratória" para Dilma. A acusação é o apoio da bancada do PT ao projeto de lei 122 e ao PNDH3 (proj. nacional de direitos humanos), que têm por finalidades cercar a homofobia. Silas tem empregado o rico dinheiro do dízimo de seus fies numa campanha voraz contra os homossexuais. Espalhou pela cidade do Rio de Janeiro outdoors com a frase "Deus fez macho e fêmea para se reproduzirem e se multiplicar", trecho retirado da bíblia, livro utilizado como trincheira pelos homofóbicos. Pela quantidade de outdoors percebe-se que os fiés estão "chegando junto" nas ofertas e dízimos, os outdoors estão nas principais ruas da cidade. Silas Malafaia perdeu outra boa chance de ficar calado. Confesso que tinha grande admiração por ele, mesmo pertencendo a outra igreja, afinal ele era o único que tinha coragem de falar que dentro de quatro paredes vale tudo, até sexo oral e anal. Um casal cristão nao pode ficar limitado a "papai-e-mamãe. Malafaya era um pregador revolucionário, mas com o tempo ele foi ganhando mais visibilidade, e suas palavras ganharam vultuosidade. Se ele tivesse um padastro como o de Peter Parcker (Homem-Aranha), aprenderia que "grandes poderes geram grandes responsabilidades". Mas ao contrario disso, vimos sua popularidade crescer desacompanhada do bom-senso. A sabedoria e a responsabilidade foram preteridas pela arrogância e pelo preconceito. Ele começou a se achar tão poderoso e especial, que entendeu que estava sendo mal remunerado pela Assembléia de Deus, igreja que deu tudo que ele tem hoje, e abriu a sua própria igreja, a Vitória em Cristo. Silas Malafaia é um mal exemplo do que o sucesso pode fazer com o homem. Por sorte, a maioria dos evangélicos vão votar na Dilma. Uns por acreditarem nos acordos políticos dela com o seu Clero, que na verdade são compra e venda de favores, outros voltarão nela por conta da política assistencialista que se subssume com a atual teologia: "nao trabalhe, reze, oferte e espere cair do céu", e o restante vai votar nela pelo mesmo motivo que votaram no Romario, Tiririca e Sergio Cabral: semi-analfabetismo.
Eu votei na Marina, agora votarei na Dilma. Parece contra senso, e é, mas eu quero ter um cargo público, e se o Serra ganhar vai instalar o Estado mínimo de direita, em outras palavras, mais privatizações e menos concursos públicos. Você decide. Homofobia? Não mais. Levamos 500 anos pra separar a igreja do Estado, e agora vemos ela iniciar este levante violento contra os direitos humanos. Vamos recuar? Já não bastou os massacres cruzados, as fogueiras, a perseguição ao judeus, mórmons, messiânicos, índios, etc.? Pense e reflita: a igreja faz bem para a alma, nao para o Estado. O que faz bem para o Estado é a democracia e a eqüidade, duas palavras que nao existem na bíblia.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Polícia: Não gosta? Não peça ajuda.


Policiais que atiraram no carro do Juiz na Grajaú-Jacarepaguá são inocentes.
Mais um caso em que a Imprensa faz um desserviço à população. Acusar policiais vende mais do que elogiá-los, aliás, eu não tenho vistos elogios, só críticas e acusações. A nossa sociedade vergonhosamente compactua-se com esta postura jornalística de levar nossos policiais às masmorras e fogueiras. Fica cada dia mais claro a influência da moral cristã nestes casos: se antes existia os inquisidores, hoje estes são os maus jornalistas que se preocupam apenas com sua carreira, não se preocupando com as cabeças que ele usa de escada para o sucesso pessoal. A comoção social faz o restante: julga, influencia o júri e condena. O cidadão comum não se preocupa com as verdades, as causas que geraram o fato, o cidadão é cristão, logo é educado para criticar, julgar, apontar o dedo e afirmar que está certo e que o outro vai pro inferno.
Mas eu não sou cristão, sou kardecista, e minha religião me ensina a respeitar o próximo e me colocar no lugar dele antes de formar qualquer conclusão. É por isso que eu entendo os erros policiais. Coloque você um colete, pegue um fuzil e fique plantado num local cercado por favelas com tráfico, esperando para interceptar um "bonde". A adrenalina destes homens estão à mil, e neste estado é que os erros são cometidos. Eles não os cometem porque querem, mas sim por serem induzidos pela situação. Com estes policiais não foi diferente. O judiciário, pressionado pela imprensa egoísta, está cometendo uma injustiça sem precedentes com estes pais de família que estudaram anos para passarem num concurso público (a maioria da "multidão enfurecida" que pede suas cabeças numa bandeja, não sabe o que é estudar pra concurso público, mas entendem muito bem de cerveja, cigarro, funk, forró, pagode e gatoNet). Qualquer sanção contra estes homens que estão na linha de frente defendendo nossas vidas e nossas propriedades será fruto de moralismo cristão de araque. Agiram em legitima defesa putativa. Houve excessos? Isto é o que deve ser investigado, mas de forma justa e imparcial, o que não tem acontecido com este, ou com os outros casos escolhidos pela imprensa. Pra você ter ideia do que eu digo, neste caso o exame de balística estava pronto no dia seguinte. Como? Se eu ou vc levar um tiro o mesmo exame só ficará pronto não menos que um mês. Virou CSI Rio de Janeiro.
Basta de prepotência. Policiais são durões, mas também são humanos. Humanos erram quando estão sobre pressão.
E se você é destes que falam que tem mais medo de policial do que de bandido, quando ocorrer uma emergência, peça ajuda pro bandido daqui pra frente. Demagogia burra.

Rubro-negros rôxos: isto é o que faltava ao Fla

Taí o que o Flamengo precisava: rubro-negros doentes pelo time jogando com amor e raça. A começar pelo técnico, que é notório apaixonado pelo Fla, passando por Léo Moura, Pet e Williams, e culminado em Val Baiano (sim, ele é rubro-negro roxo) e a maior revelação do Fla nos últimos dois anos, Diego Maurício.
O Fla mostrou personalidade e vontade, mudou a postura de time lutando contra a degola pela de um time Urubu, ou seja, que voa alto e sempre estar a espreita, soturno e insidioso. Vacilou, a gente pimba!
Vanderley mostrou o que é ser técnico de futebol, armando o time sem congelá-lo à um sistema tático de pré-jogo, aquém disso, ele modificou a posição de Correia, Kléberson e Juan de acordo com a necessidade do jogo. Fez modificações arrojadas e foi premiado por sua coragem e persistência.
O time mostrou união e conjunto, e apesar dos passes errados mostrou um futebol pra frente, destemido, finalizando muito mais que o habitual. Marquinhos, veja só, encostado por Rogério e Silas, fez partida brilhante. Diego Maurício foi sem dúvidas o homem da partida: lutou, correu, driblou, finalizou e foi premiado no final com um belíssimo gol. Este garoto, promovido há apenas 4 meses, vai dar muitas alegria à nossa torcida. Ele não tem medo de arriscar as jogadas, não se esconde do jogo. Ontem fez mais uma partida memorável e agradou demais o novo técnico.
Bem, tenho de voltar aos estudos, do contrário ficaria escrevendo por horas sobre a estréia gloriosa de Vanderley Luxemburgo.


Este é o cara.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Eu vou dormir e amanhã eu vou cagar com a graça de Deus



Actvia que nada. Quem "baixa o acúmolo" é o sabonetinho do pastor sem pescoço.

Dilma: o meio ambiente é uma ameaça.

Só analfabeto vota nesta mulher, que vê a proteção ao meio ambiente como uma ameaça ao crescimento.
Gente, a corrupção já está em níveis mórbidos, o nepotismo nunca foi tão escancarado, a entrega de terras amazônicas a criadores de gados financistas de campanhas políticas foi iniciativa do PT.
Pense, é só votar na Marina que ela vai pro segundo turno. Não confie na Rede Globo que tenta te fazer acreditar que só existem 2 opções de voto. Eu nunca fui entrevistado por estas pesquisas. Você já foi? Então faça apenas sua parte: vote na única que tem moral pra bater no peito e afirmar que é honesta, e que não tem rabo ´preso com ninguém. Se Dilma ou Serra ganharem, não reclamem a destruição da Amazônia, tampouco da ocupação de cargos por gente incapaz e corrupta como Collor, Sarney, Picciani, Brazão, e a corja do PT.
Não vote por votar. Não seja inconseqüente só pq não gosta de política.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Sabe que olho é esse?



Pois é este mesmo que você está pensando meu amigo.

Em 1973, o compositor Tom Zé lançou pela gravadora Continental o LP "TODOS OS OLHOS". A capa está reproduzida na foto anexa, e por muito tempo, trazia um enigma: Que olho era esse? Segundo o próprio Tom Zé ninguém nunca chegou a descobrir do que se tratava, até que ele mesmo resolveu contar e solucionar o enigma.
Para contextualizar melhor, deve-se lembrar que a época era de plena ditadura militar no Brasil, e que várias músicas dele já haviam sido censuradas. Seu amigo, o poeta Décio Pignatari, propôs: "Vamos sacanear esses caras da censura. Por que não colocamos um cú na capa?" Tom Zé com certa relutância falou: "Tá maluco, como vamos fazer isso,vamos ser presos!" Mas, depois de descobrir a forma, topou. Décio, então, arrumou a "modelo" (não se sabe quem era), colocou uma bola de gude no fiofó dela e fotografou em foco fechado. Lembro que aquela época não existiam os recursos de computador que temos hoje, portanto a foto é verídica.
O resultado foi exposto nas vitrines das lojas e a censura nem imaginou de que se tratava do autêntico "OLHO DO CÚ".

É por estas e outras que eu reafirmo:
"A vida melhor sem Photoshop"

Hua,huahuahua!!!!



Antõnio Tabet do kibeloco é meu ídolo. E é rubro-negro.

Neymar elimina mais um.


Quem será o próximo?

Assine a petição que será enviada ao presidente Barack Obama


Estão sendo colhidas as assinaturas que formalizarão o pedido de clemência ao presidente Barack Obama, para o réu Mumia Abu-Jamal e para o fim das penas de morte nos EUA.
Quem não conhece a história do caso pode pesquisar na Internet (na Wikipédia tem um bom resumo).
Mumia é o único preso político preso dentro dos EUA. Ele é jornalista e radialista. Ex membro do partido Pantera Negra, que denunciava a institucionalização do racismo no estado da Pensilvânia, conhecido por ter membros da Ku Klux Kan espalhados por todas as esferas dos três poderes.
Ao denunciar os flagrantes de um massacre policial, mostrando os vídeos amadores que ninguém da imprensa teve coragem para mostrar, ele humilhou não só a polícia, como também todo o sistema judiciário. Sua prisão foi uma represália cruel, afim de calar para sempre sua voz com a pena de morte. Mas o resultado foi bem outro, os absurdos do processo foram denunciados pela imprensa do mundo todo, que passou a acompanhar de perto aquele que era o maior escândalo racista da ku klux klan da Pensilvânia. Depois de anos de luta mundial, sua pena foi revertida para prisão perpétua, mas o recurso será votado em breve, e esta petição é para pedir ao presidente sua soltura imediata. Barack Obama conhece profundamente a história de Mumia, mas não pode agir de ofício, têm de ser feito o pedido formal. E você pode participar deste pedido assinando esta petição.
Clique aqui e faça sua parte.

Quem achar o livro "Ao Vivo do Corredor da Morte", me avise por favor.



Quando a Justiça da Pensilvânia condenou Mumia Abu-Jamal à morte, achou que tinha resolvido um problema. Ela não teria mais de agüentar os ataques daquele jornalista que usava todas as oportunidades para denunciar os abusos cometidos pela polícia e o judiciário. Foi o que pensaram. Grande engano. Lá do chamado Corredor da Morte, a voz de Mumia ganhou maior volume. Mumia tornou-se o repórter transmitindo direto do inferno. Uma pedra no sapato da América.

Mais ainda, Mumia transformou-se em símbolo na luta pela liberdade. Contra os abusos do poder econômico em todo o mundo. É seu rosto que aparece em tantas camisetas nas manifestações de Seattle e de Praga. Cartazes pedindo sua libertação estão nos muros, de Berlim a Togo. Manifestações contra sua condenação acontecem de maneira crescente em todas as partes do mundo, de Paris à periferia paulistana. Uma campanha que tem participação ativa de sindicatos, personalidades como o ator Paul Newman, a banda Rage Against The Machine, a escritora Alice Walker, os diretores Spike Lee e Oliver Stone, e conseguiu unir na mesma luta tanto grupos religiosos quanto anarquistas e trotskistas. Mumia representa hoje a resistência.

Apesar da escandalosa injustiça que foi seu julgamento, Mumia não usa este livro para fazer apenas a sua própria defesa. A partir da idéia que a defesa de uma pessoa tem de ser a defesa de todas as pessoas, Mumia mostra aqui a realidade dos guetos norte-americanos e daquele local onde a injustiça institucionalizada perde seu pudor: as prisões.

É um livro emocionante. Não só pelo retrato vívido da violência do Estado, mas por testemunhar a força do pensamento que consegue resistir a toda essa violência.

Para os brasileiros, o livro chega a mostrar uma certa ironia, amarga: saber que na “maior democracia do planeta” a Justiça pode ser tão parecida com a brasileira para julgar um homem negro, pobre e militante de oposição.

Saidinha de banco: homem é morto após sacar R$10 mil



Preciso falar ou você percebeu que os assassinos não tinham pescoço?

Sem mais meritíssimo.

Homens são presos consumindo drogas com menor de 11



- Mas doutor delegado, eu sou inocente.
- Ah é? Então como o senhor me explica a tua ausência de pescoço?
- O senhor reaparou? Sendo asssim, pode me prender.

Você percebe que o mundo está acabando quando...

Notícia do portal R7.com
Homem vai em cana por pagar para adolescente cuspir em seu rosto
Jovem ficava com R$ 53, mas tinha de xingar e dar tapas no cara que foi parar no xadrez
Um californiano de 39 anos foi preso pela polícia do condado de Ventura por pagar para que adolescentes cuspissem em seu rosto. Além disso, os jovens tinham de xingá-lo e dar tapas em seu corpo.
De acordo com o capitão Frank O’Hanlon, o homem procurava jovens em redes sociais na Internet e pagava cerca de R$ 53 (US$ 31) pelo estranho serviço.
- A história se espalhou rapidinho pela cidade. Todo mundo queria ganhar uma graninha pra cuspir na cara do sujeito.
A polícia investiga se o homem também pedia para que os jovens urinassem e defecassem em seu corpo.


A polícia descobriu que ele já tinha sido preso por ter vomitado numa menina de 11 anos.

Êpa! Espera aí! Este cara não tem pescoço.

Sem mais meritíssimo.

Preso suspeito de abusar de menina em supermercado no Rio

Homem de 53 anos é acusado de abusar de criança de 7 anos.
Foi decreta a prisão temporária do suspeito pelo crime de estupro.


A Polícia Civil informou nesta terça-feira (21) que prendeu um homem de 53 anos acusado de abusar sexualmente de uma menor de 7 anos de idade dentro de um supermercado em Curicica, Zona Oeste do Rio.

Segundo a polícia, foi decreta a prisão temporária do suspeito pelo crime de estupro, com pena prevista de 5 a 15 anos de prisão.

Agentes deram início às investigações a partir as imagens do circuito interno de gravações do supermercado. As imagens mostram o homem abusando da criança enquanto fazia compras. Segundo a polícia, a vítima é filha de um amigo, que nunca desconfiou das atitudes do pedófilo.

O caso foi registrado na 32ª DP (Taquara).

É uma pena eu não conseguir em site algum a foto ou vídeo deste sem pescoço. Quem encontrar, me manda pra eu postar aqui.

Você sabe que o mundo está acabando quando...

Jovens de classe média alta entram para o tráfico de drogas

Reparou na ausência de pescoço do sujeito? Pois é.

Sem pescoço é flagrado em vídeo abusando de menor

Aviso:
Cenas fortes. Você vai se revoltar muito.


Mais um que reafirma minha convicção de que a pedofilia é uma doênça congênita, e a ausência de pescoço é um sintoma que, apesar de ser pretuberante, é ignorado pela sociedade.

Sem pescoço é preso por abusar de menina vizinha.



Mais um sem pescoço preso. A comunidade agradece.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Homenagem metálica de um norueguês que cresceu ouvindo a Grande voz do Rock.



O vocalista Norueguês Jorn Lande (MASTERPLAN, YNGWIE MALMSTEEN, ARK, THE SNAKES, JORN) homenageou o legado musical de Ronnie James DIO com seu novo álbum, intitulado "Dio", lançado dia 2 de julho na Europa e dia 27 de julho nos Estados Unidos.

Jorn escolheu algumas canções menos conhecidas e alguns grandes clássicos do cantor para gravar. Ele comenta: "Através dos anos eu tive o previlégio de conhecer e trabalhar com muitos dos músicos que me inspiraram na minha jornada musical. Ronnie James DIO me inspirou por décadas, e a influência desse cara continua adicionando cor ao meu espírito criativo."

"Eu escrevi 'Song for Ronnie James' como um tributo e um agradecimento pessoal para o homem que tem sido meu mentor por mais de 35 anos. Esse incrível homem afetou minha vida e minha carreira de uma maneira que, sem sua presença, eu não poderia me tornar o artista que sou hoje."

O tracking-list do álbum "Dio" e o vídeo da música "Song for Ronnie James" podem ser vistos abaixo:

01. Song For Ronnie James
02. Invisible
03. Shame on the Night
04. Push
05. Stand Up And Shout
06. Don't Talk to Strangers
07. Lord Of The Last Day
08. Night People
09. Sacred Heart
10. Sunset Superman
11. Lonely Is The Word / Letters From Earth (2010 version)
12. Kill The King
13. Straight Through The Heart (live)
14. Song For Ronnie James (video)


Quem for fã do Dio como eu sou, vai sentir os olhos lacrimejarem ao som de "Invisible", se não, as lágrimas romperam sua resistência nas primeiras notas de "Don't talk to Strangers". Pra ouvir "Stand up and Shout", recomendo pegar o encarte do cd e olhar pra foto de Lande, pois do contrário não vai acreditar que é o norueguês nos vocais. Vai pensar que é o Ronnie. Pra quem não acredita em incorporação espiritual, aí está um teste de fogo: Jorn Lande simplesmente incorpora Ronnie James Dio. Se você é daqueles que se emocionam facilmente, evite escutar este cd em público, principalmente "Night People" e "Sacred Heart".

"O álbum é uma obra prima. Desde de a belíssima capa, super bem produzida, aos detalhes das fontes escolhidas no encarte. Os músicos são de primeiríssima linha, o resultado não poderia ser outro.

Espero que ele toque por aqui em breve, Quem sabe no Rock in Rio. se depender de meus esforços, ele vai tocar sim, já estou enviando meus emails para a organização do evento, sugerindo as bandas que quero ver no festival.


Eu comprei o CD, e não recomendo que o baixem. Quem baixa CD é funkeiro, pagodeiro e forrozeiro, pessoas que sabem que não vale a pena pagar pelo lixo que ouvem. Headbanger que se preza compra o CD e paga ingresso pra ir ao Show do artista preferido, e isto que dá longa vida às bandas de rock.

Dio recebeu várias homenagens de vários artistas no mundo inteiro, estou colecionando-as. Se você souber de alguma, me avise.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Fé e razão: antagonismo eterno?



"Fator preponderante para que o indivíduo seja virtuoso é a razão" Aristóteles.

Esta frase define não só a virtude em si, como também nos permite compreender o porquê do cristão não ser virtuoso. O cristianismo se baseia em histórias fabulosas contadas por pessoas sem qualquer conhecimento técnico sobre aquilo que afirmavam ser verdadeiro ou falso. Em igual situação estavam os que escreviam estas histórias a fim de preservar aqueles factóides à prosperidade.
Como Aristóteles afirmou, não havia como pessoas sem senso de razão serem virtuosas. Como resultado, corrupção, selvageria, lascívia e auto-tutela dos seus direitos era o que regia aquele povo judeu. Os 10 mandamentos foram a primeira atitude racional tomada pelos líderes tribais de então, eles foram uma solução que eclodiu da necessidade de se positivar a lei que até então era oral. Mas de que adiantam as leis se o indivíduo é irracional? Por mais que a lei diga o que pode e o que não pode, ela só pode agir externamente ao indivíduo, ou seja, só poderá punir, não transformar. Esta transformação intrínseca só acontece quando o indivíduo se racionaliza.
Segundo Immanuel Kant "razão é a capacidade de bem julgar e distinguir o verdadeiro do falso, que é em outras palavras, a personificação do bom senso". E o que vem a ser o bom senso? É a capacidade de o homem agir racionalmente, colocando-se no lugar do outro e agindo como espera que este outro aja com si mesmo. Isto é o bom senso, isto é ética, isto é o que o cristão não consegue fazer, pois foi doutrinado para acreditar numa punição ou premiação somente após sua morte, logo o presente não é o momento de preocupações já que ele tem uma vida inteira pra se arrepender. O cristão não crê mais no sacrifício da cruz, tampouco nos galardões por bom comportamento, a doutrina da libertação foi abandonada e preterida pela teologia da prosperidade, que ensina que você nasceu pra ser rico, pois seu Pai é o dono da prata e do ouro, então você deve ser rico custe o que custar. Viver de forma egoísta e agir sem se preocupar com as conseqüências ao próximo, pra mim é um custo muito caro.
O cristianismo admitiu que perseguiu homens racionais durante eras, mas será que hoje ele não faz pior? Doutrinar as pessoas a serem irracionais é não é menos vergonhoso.
(Texto por mim mesmo)

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Curso adm. pública - resumo

Crackeado do Site Lições de Direito







DIREITO ADMINISTRATIVO


Administração Pública




Serviço Público
Serviço público é todo aquele desenvolvido pela Administração Pública, ou por quem for por ela legalmente designado para tal, mediante regras previamente estabelecidas por ela, visando a preservação do interesse público.

A titularidade para a prestação de um serviço público será sempre da Administração Pública. No entanto, a execução deste serviço poderá ser legalmente transferida para um terceiro, sob fiscalização da Administração Pública, a qual poderá inclusive, em caso de necessidade, aplicar as sanções que sejam cabíveis.
A execução de serviços públicos por um terceiro só poderá se verificar mediante regras prévia e unilateralmente impostas pela Administração Pública, sem qualquer tipo de interferência do particular que porventura o execute.

Em sentido amplo (lato sensu), o termo Administração Pública abrange:

  • Órgãos governamentais (governo, função política) - Traçam planos e diretrizes.
  • Órgãos administrativos (função administrativa) - Executam os planos governamentais. São órgãos subordinados (órgãos de execução). Neste sentido, temos a definição de administração pública em sentido estrito (stricto sensu).

Neste sentido, a Administração Pública é a gestão dos bens e interesses da comunidade, visando o bem comum, através de três tipos de atos:


  • Atos de império - Ordens (decisões coativas), do Administrador para o administrado.
  • Atos de gestão - Conduzem internamente a Administração, os seus servidores e os administrados.
  • Atos de expediente - Operações de rotina, executadas com base em procedimentos pré-determinados, para a consecução das atividades.
Formas de prestação dos serviços públicos

Os serviços públicos podem ser prestados de forma:

  • Centralizada ou direta - Quando executados pela Administração direta do Estado (União, Estados, Distrito Federal e Municípios)
  • Descentralizada ou indireta - Quando executados por terceiros. Nesta forma, há uma distribuição de competência de uma para outra pessoa, física ou jurídica, esteja ela dentro ou fora da estrutura da Administração Pública. O serviço público pode ser executado por terceiros que se encontram dentro da estrutura da Administração Pública - são eles as autarquias, as fundações, as empresas públicas e as sociedades de economia mista (e, mais recentemente, as agências reguladoras e executivas). Quando a execução do serviço público é transferida para terceiros que se encontram fora da estrutura da Administração Pública, surgem as figuras das concessionárias e permissionárias.


Ainda dentro da administração centralizada ou direta, surge a figura da desconcentração , que é a transferência de competências de um órgão para outro, mas dentro da Administração Pública direta, mediante diversos critérios: territorial, geográfico (exemplo: administrações regionais ou subprefeituras), hierárquico (exemplo: departamentos, divisões, unidades), matéria (exemplo: Ministérios da Administração Federal, Secretarias Estaduais ou Municipais).


Objetivos da administração indireta

São dois os objetivos da administração indireta:

  • Prestação de serviços públicos
  • Exploração de atividades econômicas - Ocorre em caráter excepcional e somente nas hipóteses expressamente autorizadas pela CRFB (segurança nacional ou interesse coletivo relevante). A atuação do Poder Público não pode ser voltada para a obtenção de lucro, mas sim para a preservação do interesse público que representa. Além disso, o Poder Público, durante a exploração de atividade econômica, não goza de prerrogativas em relação à iniciativa privada (Princípio da Livre Concorrência).

Autarquias

São pessoas jurídicas de direito público e possuem capital exclusivamente público.

São criadas e extintas somente através de lei específica.

As autarquias têm autonomia administrativa e financeira, além de patrimônio próprio.

Não há vínculo hierárquico ou subordinação entre as autarquias e a Administração direta, mas esta realiza um controle sobre aquelas, quanto à sua legalidade ou finalidade.

As autarquias também são dotadas de imunidade tributária em relação aos impostos.

Além disso, estão incluídas na expressão Fazenda Pública, tendo os privilégios processuais fixados no CPC (quádruplo o prazo para contestar e o dobro para recorrer).

A responsabilidade pelas obrigações contraídas por essas pessoas a elas pertence, podendo admitir-se, no máximo, seja o Estado chamado apenas em caráter subsidiário, vale dizer, apenas depois de esgotadas as forças da autarquia (não se cogita aqui da possibilidade de o Estado responder em caráter solidário).

Em razão das atividades que desenvolvem (serviços públicos), as autarquias não se submetem ao regime falimentar.

São exemplos de autarquias o INCRA, o IBAMA, o INSS, o BACEN, etc.

Fundações Públicas
As fundações são pessoas jurídicas de direito público ou privado criadas para a prestação de serviços públicos, contando com patrimônio personalizado destacado pelo seu instituidor, para a preservação do interesse público.

Ao assumirem personalidade de direito público, as fundações em tudo se assemelham ao regime jurídico das autarquias, surgindo, aliás, como espécies desse gênero, sendo rotuladas como autarquias fundacionais.

Aplicam-se às fundações públicas todas as normas, direitos e restrições pertinentes às autarquias.

É possível cogitar a existência dentro da Administração indireta, de fundações com personalidade jurídica de direito privado, não se podendo confundi-las, no entanto, com as chamadas fundações privadas, inteiramente disciplinadas pelo direito privado.

São exemplos de fundações a Fundação Biblioteca Nacional (http://www.bn.br), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE (http://www.ibge.gov.br), a Fundação Nacional do Índio - FUNAI (http://www.funai.gov.br), a Fundação para a Infância e Adolescência - FIA, do estado do Rio de Janeiro (http://www.fia.rj.gov.br), etc.


Empresas Públicas

Sociedades de Economia Mista
Agências Executivas e Reguladoras
Terceiro Setor
Permissão e Concessão de Serviços Públicos
Órgãos, Cargos e Agentes Públicos

Administração Pública em Sentido Formal, Subjetivo ou Orgânico
Caracteriza-se pelo conjunto de agentes, órgãos e pessoas jurídicas que executam as atividades administrativas (aparelhamento de que dispõe o Estado para a execução das políticas traçadas pelo governo).

São os órgãos e agentes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, em qualquer das esferas políticas (União, estados, Distrito Federal e municípios), no exercício da função administrativa:

  • Administração centralizada (direta) - União, estados, Distrito Federal e municípios.
  • Administração descentralizada (indireta) - Autarquias, fundações públicas, sociedades de economia mista e empresas públicas.
Administração Pública em Sentido Material, Objetivo ou Funcional
É a atividade administrativa propriamente dita:

  • Fomento - É o incentivo à iniciativa privada de utilidade pública. Por exemplo: consignação nos orçamentos públicos, de auxílios financeiros ou subvenções fiscais, financiamentos em condições especiais, incentivos fiscais, etc.
  • Polícia administrativa
  • Serviço público
  • Intervenção administrativa

Princípios da Administração Pública

Os princípios da Administração Pública fundamentam toda e qualquer atividade administrativa pública, e encontram-se regulados na CRFB/1988, no seu art. 37, e em outros dispositivos.



Art. 37 - A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte:


(...)


  1. PRINCÍPIO DA LEGALIDADE

    O Administrador Público está, durante o exercício da sua atividade funcional, sujeito às determinações da lei, sob pena da invalidade do seu ato, bem como da responsabilidade disciplinar , civil e criminal, se for o caso.

    A atividade administrativa, para que possa gerar efeitos (ter eficácia), precisa seguir o que determina a lei.

    Ao contrário dos demais ramos do Direito, que expressam em lei aquilo que não é permitido, o Direito Administrativo submete a Administração Pública à realização, tão-somente, daquilo que está determinado na legislação.

    O administrador não pode agir, nem deixar de agir, senão de acordo com a lei, na forma determinada.

  2. PRINCÍPIO DA IMPESSOALIDADE

  3. PRINCÍPIO DA MORALIDADE

    Este princípio diz respeito à moral administrativa, ou ética profissional

    Tanto a moralidade quanto o interesse público fazem parte da legalidade administrativa:

    LEGALIDADE ADMINISTRATIVA = Lei + Moralidade + Interesse Público

    Diz a CRFB/1988 que:

    Art. 5º - Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

    (...)

    LXXIII - qualquer cidadão é parte legítima para propor ação popular que vise a anular ato lesivo ao patrimônio público ou de entidade de que o Estado participe, à moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao patrimônio histórico e cultural, ficando o autor, salvo comprovada má-fé, isento de custas judiciais e do ônus da sucumbência;

  4. PRINCÍPIO DA PUBLICIDADE

  5. PRINCÍPIO DA EFICIÊNCIA

    CRFB/1988

    Art. 169 - A despesa com pessoal ativo e inativo da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios não poderá exceder os limites estabelecidos em lei complementar.
    (...)

    Além dos cinco princípios fundamentais enumerados acima, outros princípios norteiam a atuação da Administração Pública:

  1. Princípio do Interesse Público


    A regra básica da Administração Pública é o atendimento aos interesses públicos, caso contrário o ato administrativo não terá legalidade.

  2. PRINCÍPIO DA SUPREMACIA DO INTERESSE PÚBLICO

    O interesse público prevalece sobre o interesse individual, respeitadas as garantias constitucionais.

  3. PRINCÍPIO DA FINALIDADE


  4. PRINCÍPIO DA INDISPONIBILIDADE

  5. PRINCÍPIO DA CONTINUIDADE

  6. PRINCÍPIO DA AUTOTUTELA

  7. PRINCÍPIO DA MOTIVAÇÃO (FUNDAMENTAÇÃO)


    CRFB/1988
    Art. 93 - Lei complementar, de iniciativa do Supremo Tribunal Federal, disporá sobre o Estatuto da Magistratura, observados os seguintes princípios:
    (...)
    IX - todos os julgamentos dos órgãos do Poder Judiciário serão públicos, e fundamentadas todas as decisões, sob pena de nulidade, podendo a lei, se o interesse público o exigir, limitar a presença, em determinados atos, às próprias partes e a seus advogados, ou somente a estes;
    X - as decisões administrativas dos tribunais serão motivadas, sendo as disciplinares tomadas pelo voto da maioria absoluta de seus membros;
    (...)

  8. PRINCÍPIO DA RAZOABILIDADE

  9. PRINCÍPIO DA PROPORCIONALIDADE
  10. PRINCÍPIO DA IGUALDADE
  11. PRINCÍPIO DO CONTROLE JUDICIAL
  12. PRINCÍPIO DA HIERARQUIA

13 - PRINCÍPIO DO PODER-DEVER

  1. PRINCÍPIO DA ESPECIALIDADE

    Bibliografia
    CRETELLA JR., José. Das licitações públicas. 17 ed. Rio de Janeiro, Forense, 2001.DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 14. ed. São Paulo: Atlas, 2002. MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo Brasileiro. 27. ed. São Paulo: Malheiros, 2002. MELLO, C. A. Bandeira de. Curso de Direito Administrativo. 14. ed. São Paulo, Malheiros, 2002.


Por que? por que?????

Por que? por que?????
500 leitores/dia vs 10 coments/dia. Vençam a preguiça e se expressem.

Postagens mais vistas no UrubuRJ